Realização:

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn

Ministério da Saúde lança manual para o cuidado da obesidade infantojuvenil na atenção primária

Primeiro material sobre o tema, Instrutivo para o cuidado da criança e do adolescente com sobrepeso e obesidade no âmbito da Atenção Primária à Saúde reúne recomendações de cuidado voltadas a gestores locais e divididas em cinco grandes estratégias. O material foi lançado em agosto pelo Ministério da Saúde, como parte de uma série de ações que integram a campanha nacional “Vamos prevenir a obesidade infantil: 1,2,3 e já!”.


A publicação traz orientações sobre como promover uma alimentação saudável e recomendações para reduzir o sedentarismo, além de cuidados com o sono e a saúde mental, além de apresentar um panorama sobre a magnitude e as repercussões da obesidade. Há ainda orientações práticas sobre como fazer o diagnóstico do sobrepeso e obesidade, como organizar o cuidado nas unidades de saúde, o cuidado em si, estratégias para apoiar a mudança de comportamento, entre outros temas.


Em 2020, das crianças acompanhadas no SUS, 15,9% dos menores de 5 anos e 31,8% das crianças entre 5 e 9 anos tinham excesso de peso, e, dessas, 7,4% e 15,8% apresentavam obesidade, respectivamente. Quanto aos adolescentes, 31,9% apresentavam excesso de peso e 12%, obesidade.


A Atenção Primária à Saúde (APS) tem um papel fundamental tanto na prevenção, como no cuidado dos casos já existentes. O Instrutivo é destinado a apoiar e qualificar o trabalho desenvolvido pelas equipes de saúde e preenche uma lacuna na orientação voltada ao cuidado e prevenção da obesidade e do sobrepeso, desde o nascimento até a adolescência.

Há ainda recomendações de monitoramento do crescimento e desenvolvimento, independentemente do estado nutricional. O Instrutivo ainda conta com uma série de anexos com materiais de apoio para a realização de ações durante o processo de cuidado.



498 visualizações
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn

Rua Humaitá, 275 - 7° andar
Humaitá, Rio de Janeiro – RJ
CEP: 22261-005
desiderata@desiderata.org.br

(51) 99371-8689 | (21) 99137-8233