Realização:

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn

Panorama da Obesidade em Crianças e Adolescentes ganha nova versão

Instituto Desiderata debate informações atualizadas sobre estado nutricional e consumo alimentar infantojuvenil e apresenta novas funcionalidades da ferramenta.





O Panorama da Obesidade em Crianças e Adolescentes ganhou novas funcionalidades. A plataforma reúne informações sobre o estado nutricional e o consumo alimentar de crianças e adolescentes, e é fruto de uma parceria entre o Instituto Desiderata, a Associação Umane e a Fundação José Luiz Egydio Setúbal.


O Panorama permite uma navegação intuitiva, dinâmica e estável dos dados de perfil nutricional, antropométrico e consumo alimentar em nível local, regional e nacional, e por faixa etária, desde recém-nascidos até adolescentes até 19 anos com base nas informações do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan), do Ministério da Saúde.


A nova versão passa a permitir a visualização da série histórica dos dados, a partir de 2015, e a atualização, antes anual, passa a ser feita mês a mês. São 5Gb de dados públicos capturados de maneira informatizada sobre estado nutricional, consumo alimentar do SISVAN e as estimativas populacionais acessíveis pelo DATASUS. As informações podem ser visualizadas no modo simplificado ou em relatórios analíticos.


“O panorama da obesidade foi pensado para facilitar o monitoramento do estado nutricional e do consumo alimentar de crianças e adolescentes brasileiros, favorecer o planejamento das ações de vigilância alimentar e nutricional e a adoção de estratégias eficazes de saúde pública. A partir de dados do SISVAN, o panorama apresenta uma interface interativa e de fácil visualização”

Diz o Gestor de Projetos de Obesidade Infantil do Instituto Desiderata, Raphael Barreto.


Acesse a ferramenta



Especialistas debatem importância dos dados em evento de lançamento





O lançamento das novas funcionalidades aconteceu durante o evento “Obesidade e desnutrição infantojuvenis: a utilização da informação para gestão em saúde”, realizado pelo Instituto Desiderata, em 26 de julho, no Rio de Janeiro. O encontro contou com a diretora executiva do Instituto Desiderata, Renata Couto, o diretor da Fundação José Luiz Egydio Setúbal, Dr. José Luiz, e a coordenadora de projetos da Umane, Fabiana Mussato na abertura e apresentação da ferramenta e das informações conduzidas por Raphael Barreto, gestor de projetos de Obesidade Infantil, e Michele Costa, analista de dados do Instituto Desiderata.


Em seguida, Ana Carolina Feldenheimer, Pesquisadora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Rodrigo Alves Torres Oliveira, secretário municipal de saúde de Niterói e presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (SMS/Niterói e COSEMS/RJ) e Ana Maria Thomáz Maya Martins, da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde (CGAN/MS) discutiram a importância do monitoramento dos dados de alimentação e nutrição para a construção de políticas públicas no atual desafio de combate à fome e manejo da obesidade na população infantojuvenil.


Foram apresentados dados que indicam um agravamento dos indicadores de desnutrição a partir de 2018, principalmente entre crianças e adolescentes negros e do sexo masculino, assim como piora geral nos percentuais de excesso de peso e obesidade em todos os recortes nos últimos dois anos. O consumo alimentar entre crianças e adolescentes monitorados pelo SUS também indica uma piora nos hábitos, com aumento de consumo de ultraprocessados e diminuição da ingestão de feijão, entre outros indicadores de má nutrição.


Acesse o Panorama da Obesidade em Crianças e Adolescentes aqui.


9 visualizações
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn

Rua Dona Mariana, 137 - casa 07 Botafogo, Rio de Janeiro - RJ 22280-020

desiderata@desiderata.org.br

(21) 2540-0066 | (21) 3648-6092