top of page

Realização:

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn

"Arraiá” sem ultraprocessados!

Como preparar uma festa julina mantendo as tradições livre de ultraprocessados

O mês de junho terminou, mas os festejos típicos deste período do ano continuam ao longo de julho e agosto. As festas julinas estão associadas às comemorações e homenagens aos santos católicos. No Brasil, a celebração incorporou tradições rurais nacionais e tornou-se uma marca da cultura popular brasileira.


Além das músicas e danças, como as quadrilhas e o forró, outro ponto alto dessas festas são as comidas típicas dessa época do ano. As festas julinas são frequentemente realizadas no ambiente escolar, e envolvem toda a comunidade.


Mas será que é possível manter uma alimentação adequada e saudável durante as festas julinas? O Guia Alimentar para a População Brasileira recomenda que nossa alimentação seja composta, em maior parte, por alimentos in natura e minimamente processados. Em ambientes escolares é possível manter essa celebração cultural oferecendo alimentos saudáveis para as crianças e adolescentes, e seus responsáveis.


Confira a seguir algumas dicas com opções de preparações saudáveis e típicas para curtir essa época do ano:


  • Pipoca: Traz entre os benefícios diminuir o risco de envelhecimento precoce e de doenças cardíacas.

  • Milho cozido: Quando consumido com pouca ou sem adição de gordura e sal, traz diversos benefícios para a saúde, como melhora da imunidade e prevenção de doenças.

  • Paçoca: Dê preferência por opções que tenham como primeiro ingrediente o amendoim. É possível também fazer uma versão caseira, batendo no liquidificador os seguintes ingredientes: 1 xícara de chá de amendoim torrado sem pele e sem sal + 3 colheres de sopa de aveia em flocos + 2 colheres de sopa de óleo de coco + 4 colheres de sopa de açúcar demerara/mascavo/coco + 1 pitada de sal.

  • Amendoim torrado: Outra opção de petisco saudável é o amendoim torrado, que deve ser preparado sem adição de sal e açúcar.

  • Batata doce cozida ou assada: Deve ser preparada de preferência sem a adição de sal. Dentre os benefícios está a melhora do funcionamento intestinal, fortalecimento da imunidade, controle do colesterol, dentre outros.

  • Cachorro-quente: Substitua o tradicional cachorro-quente por lanches com carne desfiada.

  • Caldo verde: Feito com batatas e couve, é uma ótima opção para aquecer nos dias frios.

  • Canjiquinha: Outra opção para aquecer durante as festas, feita de milho triturado. Para dar sabor ao preparo, abuse de refogados que levem cebola, alho e tomate. Prepare a canjiquinha com pouca gordura e sal, e utilize carnes suínas magras como lombo e pernil.

O ideal é que os alimentos sejam preparados com pouca ou sem adição de gorduras (óleos e manteiga), sal e açúcar. Abuse da criatividade na hora de temperar os alimentos, existem muitas opções de temperos naturais que podem acrescentar sabor aos alimentos, além de trazer benefícios a saúde. A seguir alguns exemplos de temperos naturais e seus benefícios:

  • Açafrão: Propriedades anti-inflamatória, antioxidante, antibacteriana e digestiva.

  • Páprica: Poderoso antioxidante para cicatrização de feridas, formação de colágeno e manutenção da imunidade.

  • Cebolinha: Aumentar a circulação sanguínea

  • Salsinha: Fortalece o sistema imunológico, melhora sistema digestivo, dentre outros.

  • Coentro: Melhora a imunidade, atua melhorando unhas, cabelos e pele.

  • Manjericão: Melhora a imunidade, melhora sistema digestório, atua melhorando unhas, cabelos e pele.

  • Cúrcuma: Melhora a digestão, atua melhorando o sistema imunológico, regula colesterol e também ajuda a evitar crises de asma.

  • Alho: Ajuda a diminuir o colesterol, regular a pressão sanguínea, combater fungos e bactérias no organismo e proteger o coração.

  • Cebola: auxiliam na prevenção de doenças do coração, diabetes, câncer e melhoram o sistema imunológico, fortalecendo o organismo como um todo


337 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page