Realização:

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn

Nova rotulagem de alimentos no Brasil entra em vigor a partir de outubro

Selo com lupa trará informação sobre alto teor de açúcar, sódio e gorduras saturadas


Fonte: Idec



Consumidores brasileiros terão novas informações nos rótulos de alimentos e bebidas a partir de 9 de outubro de 2022, quando passa a valer o novo modelo de rótulos aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) há dois anos.


Alimentos com quantidades excessivas de açúcar, sódio e gorduras saturadas terão um selo com essa informação na parte da frente da embalagem. Esse aviso virá sinalizando por um retângulo com uma lupa em preto e branco na parte da frente das embalagens.


A nova norma de rotulagem nutricional foi fruto de uma longa discussão iniciada seis anos antes e que envolveu agentes governamentais, indústria de alimentos e bebidas, e a sociedade. Aprovada em outubro de 2020, a nova norma determinou um prazo de dois anos para que a indústria se adaptasse e implementasse a mudança nas embalagens.

Embora não atenda a todas as necessidades dos consumidores, as novas normas são um avanço para melhorar a qualidade da informação nutricional.

Entre os pontos positivos destacados pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), estão a inclusão do selo na metade superior do rótulo, a proibição de outros modelos de rotulagem junto com a lupa para evitar confusão ao consumidor e a localização em destaque, e nas cores preto e branco.

Entre os pontos negativos, estão a falta de estudos que comprovem a eficácia e superioridade das lupas, a proporção na embalagem e o fato de ter apenas um selo independente do número de nutrientes críticos, o longo prazo de adequação e o corte para classificação da quantidade de nutrientes ser considerado muito alto. Este é o ponto mais crítico, pois permitirá que alimentos não saudáveis fiquem sem a lupa.

O modelo brasileiro desconsidera a experiência dos países que já adotaram a rotulagem nutricional de advertência, como é o caso do Canadá, Israel, Chile, Peru e Uruguai.

O Idec preparou uma campanha para orientar os consumidores sobre as mudanças. O material está disponível no site e contém informações relevantes também para quem estuda o tema, como modelos de rotulagem aprovados em países da América Latina e considerados superiores ao brasileiro.


54 visualizações
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn

Rua Humaitá, 275 - 7° andar
Humaitá, Rio de Janeiro – RJ
CEP: 22261-005
desiderata@desiderata.org.br

(51) 99371-8689 | (21) 99137-8233